Lavando a alma

Por: Cristina Vergnano

Estava há horas concentrada diante da tela, tamborilando textos infinitos ao teclado do computador. Um silêncio hipnotizante ameaçava adormecer sua consciência.

De repente, a vida entrou por seus ouvidos, travestida de chuva golpeando na vidraça. A temperatura invernou a 20 graus. O ar fresco com cheiro de madrugada despertou seu coração e as palavras transcenderam o momento.

Compartilhe!

Deixe um comentário