O projeto “Crianças na quarentena” começa agora!

Por: Cristina Vergnano

Eu já havia comentado com vocês, em “Novidades”, que estava alinhavando um projeto para dar voz à criatividade da garotada. Afinal, é da natureza das mentes infantis fabular, fantasiar, inventar. E, quando nós, adultos, lhes damos corda e os incentivamos, estamos contribuindo para o nascimento de futuros criadores, seja em qual área for.

Acredito firmemente nisso. Deve ser meu eu educadora ainda vivo e falando comigo… Por isso tive tal ideia. Também porque queria observar o que a situação de confinamento e afastamento social gerava nesse campo tão criativo que é a cabecinha das crianças.

Pois bem… aqui começa tudo! Hoje, lanço a primeira das histórias. Digo primeira, porque foi, de fato, a que antes me chegou as mãos. Sua autora é uma menina de 7 anos, muito criativa e ativa. Adora fazer experiências, desenhar, pintar, contar histórias, brincar com animais…

Quando entrei em contato com crianças conhecidas da minha família, propondo que criassem histórias durante este período de quarentena para eu postar aqui no Tecendo o verbo, ela logo, logo me respondeu. Um dado curioso é que sempre gosta de desenhar e ilustrar suas histórias. Mas, desta vez, mandou-me o texto por WhatsApp, sem nenhuma ilustração.

Perguntei-lhe, então, se não queria mandar-me os desenhos. Ela, prontamente, me respondeu que não! Que tinha feito a história daquele jeito, sem nenhuma imagem. Era só o texto mesmo!

Achei bem interessante e, mais ainda, uma tomada de posição sobre seu próprio fazer criativo. Espero, sinceramente, ter muitas novas oportunidades de vivenciar essa atitude determinada e inventiva com outras e outros pequenos autores. Mas, por enquanto, ficamos com a criação da Roberta!

Curtam muito e depois deixem seu comentário, ok?!? Ela, e eu também, vamos adorar!!!!

Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *